Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.
Aceitar e Fechar
HISTÓRIA
  • 1980
    A História do Abrigo João Paulo II inicia após a provocação do Papa João Paulo II à sociedade, quando esteve em Porto Alegre: “cuidem dos meninos de rua da cidade, eles serão o futuro da sociedade”.
    1980
  • 1981
    Atendendo a esse apelo, os Pobres Servos da Divina Providência deram início ao Albergue João Paulo II, em 28 de julho, em parceria com a Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor (FEBEM). O trabalho era realizado através de rondas noturnas de religiosos e voluntários, em uma Kombi, convidando meninos de rua a passarem a noite no Albergue João Paulo II.
    1981
  • 1988
    Início do Centro de Atividades João Paulo II (Viamão), local onde as crianças passavam o dia realizando atividades lúdicas, pedagógicas e aprendiam uma profissão, e à noite retornavam ao Albergue. Atividade atualmente encerrada.
    1988
  • 1990
    Criação do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente. A partir da sua criação, foram extintas as rondas noturnas para recolher os menores nas ruas, pois, de acordo com a lei, o acolhimento só poderia se dar com a solicitação do Conselho Tutelar ou do Juizado.
  • 1994
    Escola Aberta de 1º Grau João Calábria (Viamão), seguia uma metodologia de ensino diferenciada. Os meninos tinham a oportunidade de concluir séries iniciais em módulos, respeitando o ritmo e as necessidades das crianças. Atividade atualmente encerrada.
    1994
  • 2002
    Início do acolhimento institucional modalidade Casa-lar. Inauguração da primeira Casa-Lar: Pérolas Calabrianas. O Albergue passou a ser chamado Abrigo João Paulo II.
    2002
  • 2003
    Início da República (Porto Alegre), que tinha por objetivo o apoio a jovens em seu processo de autogestão, moradia, educação, alimentação, profissionalização, trabalho e manutenção de vínculos comunitários. De forma a garantir a autonomia e projeto de vida. Atividade atualmente encerrada.
    2003
  • 2004
    Inauguração de três Casas-lares, e o acolhimento começou a ser realizado em pequenos grupos. A Casa Bons Meninos acolhia meninos de 7 a 11 anos; a Casa Farol da Esperança, meninos de 11 a 14 anos; e a casa Pérolas do Amanhecer acolhia meninas de todas as idades. Em Porto Alegre, a sede do Abrigo acolhia apenas adolescentes dos 14 aos 18 anos que estudavam e faziam cursos profissionalizantes.
    2004
  • 2005
    Inauguração Casa-lar Sol Nascente.
    2005
  • 2006
    Os monitores das Casas-Lares foram substituídos por Casais Sociais/Educadores Residentes.
  • 2007
    Inauguração das Casas-Lares: Divina Providência / Irmão Francisco Perez / Renascer.
    2007
  • 2009
    Abertura de três casas-lares em Alvorada, parceria atualmente encerrada.
    2009
  • 2010
    Inauguração das Casas-Lares: Rainha do Brasil / Espírito Santo / São José / Sagrada Família / Coração de Jesus / Mãe de Deus / Nossa Senhora de Nazaré / Rainha da Paz.
    2010
  • 2012
    Inauguração das Casas-Lares: Anjos do Lar / Santa Isabel / Doce Olhar.
    2012
  • 2013
    Doação da ULNA - Uma Luz no Amanhã (Viamão).
    2013
  • 2014
    Assumimos a administração do Abrigo Residencial Cisne Branco (Viamão).
    2014
  • 2019
    Início das atividades: Abrigo para Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e de Gênero com risco iminente de morte - Casa Girassol (Viamão) | Residencial Inclusivo São João Calábria (o primeiro do município de Porto Alegre) | Serviço de Acolhimento Familiar em Família Acolhedora (Porto Alegre).
    2019
  • 2020
    Inauguração dos Residenciais Inclusivos: Raios de Luz (Porto Alegre) | Nossa Senhora Aparecida (Porto Alegre).
  • 2022
    Abrigo João Paulo II há 41 anos: "Protegendo o hoje e garantindo um novo amanhã"
    2022
 
 
X FECHAR
Cadastre-se para
conhecer o
nosso carisma